CONTRAF BRASIL continua em marcha e pede Diretas J√Ā

A CONTRAF BRASIL, FETRAFs e SINTRAFs diante das dela√ß√Ķes da JBS que apontam o presidente da rep√ļblica Michel Temer comprando o sil√™ncio de Eduardo Cunha e outras s√©ries de crimes de corrup√ß√£o, declaram a necessidade, urgente, de Elei√ß√Ķes Diretas no pa√≠s, como condi√ß√£o moral para reestabelecer n√£o apenas a ordem social e pol√≠tica, como tamb√©m a democracia e soberania popular do Brasil.

Para a CONTRAF BRASIL, FETRAFs e SINTRAFs é inaceitável que o Governo seja representado por um presidente que responde inquérito por corrupção passiva, constituição e participação em organização criminosa, além de obstrução de investigação da Justiça.

Os fatos anunciados na noite do √ļltimo dia 17 deixam claro os objetivos do Golpe de Estado em atender aos interesses do capital empresarial e estrangeiro, que ainda tenta se consolidar com uma pol√≠tica governamental centrada em projetos que colocam o povo brasileiro na posi√ß√£o subalterna aos interesses das grandes empresas e ao capital internacional, com a:

- Retirada dos direitos dos Trabalhadores e Trabalhadoras, em especial dos agricultores e agricultoras familiares com a Reforma da Previdência Social e Reforma Trabalhista

- Retirada do direito à terra dos povos do campo, da floresta e das águas com a MP 759 - que autoriza a grilagem de terras e dá fim a Lei da Reforma Agrária

- Retirada or√ßamento para educa√ß√£o, sa√ļde, agricultura, habita√ß√£o, infraestrutura com a aprova√ß√£o da PEC do Congelamento dos Gastos P√ļblicos por 20 anos;

A pol√≠tica neoliberal de Michel Temer j√° deixa marcas negativas e a Agricultura Familiar j√° sofre com a paralisa√ß√£o da reforma agr√°ria, sucateamento de √≥rg√£os p√ļblicos como o INCRA; corte nos or√ßamentos para pol√≠ticas p√ļblicas como PAA, PRONAF; Minha Casa Minha Vida Rural; ATER; PLANAPO; Seguro Agr√≠cola, Cr√©dito Rural e o ¬īgritante¬ī aumento da viol√™ncia no campo.

Vale ressaltar, que as manifesta√ß√Ķes de rep√ļdio a esse Governo que rompeu o Estado democr√°tico n√£o s√£o de agora e ser√£o mantidas at√© que o pa√≠s retome a ordem atendendo as reivindica√ß√Ķes populares de Diretas J√°.

√Č inadmiss√≠vel que os atos arbitr√°rios comandados pela bancada governista no Congresso Nacional, retome pol√≠ticas que regiam durante a ditadura miliar provocando um Estado de Exce√ß√£o.

Portanto, nós da CONTRAF BRASIL; FETRAFs e SINTRAFs marcharemos nos próximos dias, especialmente neste dia 24 de maio, somando-se a todos os movimentos sociais do campo e cidade, centrais sindicais e frentes em defesa dos nossos direitos e o reestabelecimento da ordem democrática do país.

DIREÇÃO

CONTRAF BRASIL / FETRAFs / SINTRAFs


Fonte: CONTRAF-Brasil