FETRAF-RN prepara ato p√ļblico com 2 mil agricultores em Natal para o pr√≥ximo dia 11

A Federa√ß√£o dos Trabalhadores na Agricultura Familiar - Fetraf-RN, que tem como coordenador-geral o potengiense Jo√£o Cabral, planeja levar para Natal, no pr√≥ximo dia 11, mais de dois mil trabalhadores rurais, para participar da XI Jornada Estadual de Luta da Agricultura Familiar do Rio Grande do Norte. O destino dos 46 √īnibus que os trar√£o das mais diversas regi√Ķes do Estado ser√° a Central de Abastecimento da Agricultura Familiar, localizado na esquina entre as avenidas Jaguarari e Mor Gouveia, para a concentra√ß√£o do movimento, que acontece √†s 9h.

No local será realizado um protesto contra o fato de a Central, inaugurada há cinco anos, nunca ter funcionado para que os agricultores pudessem comercializar seus produtos. Depois, às 9h30, os trabalhadores seguem em caminhada até a Governadoria, onde às 10h30 têm audiência solicitada com o governador Robinson Faria.

Na pauta, est√°:
- Instalação imediata de 550 poços artesianos já perfurados;
- Perfuração e instalação de mais 300 poços artesianos;
- Construção de novos açudes e barreiros de médio porte;
- Implantação de 2.000 tecnologias de convivência com o semiárido;
- Amplia√ß√£o dos Sistema de Adutoras e constru√ß√£o do Canal Monsenhor Expedito, √°gua de Ass√ļ para as Regi√Ķes Serid√≥ e Potengi;
- Instalação de 100 novos Dessalinizadores para água de consumo humano nas comunidades rurais;
- Disponibilidade de contra partida no valor de 10 milh√Ķes de reais, para os projetos de constru√ß√£o de casas populares no meio rural;
- Assistência técnica e pedagógica aos agricultores(as) familiares que estão beneficiados (as) pelos PAIS (Produção Agroecológica Integrada e Sustentável),
- Conclusão das obras e entrega da Central de Comercialização da Agricultura Familiar; Criação, ampliação e reestruturação dos bancos de sementes nas comunidades rurais;
- Funcionamento das Agroind√ļstrias familiares rurais e Entrepostos j√° existentes;
- Implantação do "Selo da Agricultura Familiar no RN", para certificação dos produtos;
- Assessoria específica para implantação do SIM - Serviço de Inspeção Municipal em municípios do RN;
- Inclusão de novos Agricultores(as) Familiares como fornecedores para o Programa do Leite e que tenha o controle social dos beneficiários nos municípios,
- Criação de uma política de incentivo ao agricultores familiares, nas áreas de terras de preservação ambiental (bolsa como compensação ambiental).
- Criação das Delegacias Regionais da Mulher nas cidades polos do RN;
- Revisão dos preços das terras nas áreas de Serras, pela SEARA;
- Agilização nos processos de compras de terras(credito fundiário/SEARA);
- Georeferenciamento e Titulação das áreas de terras de agricultores familiares,
- Mais efetivo das Polícia Civil e Militar com patrulhamento na zona rural dos municípios do RN;
- Cria√ß√£o oficial de um Grupo de Trabalho permanente, formado por governo e sociedade civil, para trabalhar a√ß√Ķes de conviv√™ncia com o semi-√°rido potiguar.

Em seguida, √†s 14h, os agricultores far√£o uma caminhada pelas ruas do Centro da Capital, onde far√£o um ato p√ļblico em frente a Caixa Econ√īmica Federal na rua Jo√£o Pessoa, os representantes da agricultura familiar, esperam ser recebido pelo superintendente para discutir, agilidade nos projetos de habita√ß√£o Rural, atrasado dentro da institui√ß√£o.