SINTRAF DE JANDU√ćS DEBATE MP 871/2019 EM COMUNIDADES RURAIS DO MUNIC√ćPIO

O SINTRAF de Jandu√≠s, munic√≠pio distante 304 km de Natal/RN, se reuniu com a Comunidade do Retiro no √ļltimo¬†dia 07 de fevereiro, √†s 15h00min para discutir a Medida Provis√≥ria - MP 871/2019, com a participa√ß√£o da Associa√ß√£o do Retiro, F√≥rum dos Movimentos Populares - FOMOP e a Comunidade em Geral.

Ficou encaminhado que a comunidade participaria da Assembleia Geral dia 11/02/2019 as 09h:30min na sede do SINTRAF de Janduís.

SOBRE A MEDIDA PROVIS√ďRIA 871/2019:

A Medida Provisória (MP) 871, editada, pelo governo Bolsonaro, a pretexto de combater fraudes no sistema previdenciário, irá prejudicar o acesso de trabalhadores rurais à aposentadoria. De acordo com a Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura Familiar (Contraf-Brasil), além de inconstitucional, a medida deixará milhares de aposentados sem o benefício.

Marcos Rochinski, coordenador geral da entidade, explica que, sob o argumento de combate √† fraude e ao desperd√≠cio de recursos p√ļblicos, o governo Bolsonaro ataca os segmentos mais fr√°geis da sociedade.¬†

Uma das¬†mudan√ßas mais criticadas pelos trabalhadores rurais¬†√© a exclus√£o dos sindicatos como fornecedores de Declara√ß√£o de Atividade Rural, o que ir√°¬†dificultar o acesso de milhares de trabalhadores ao benef√≠cio.¬†"Hoje, a grande maioria dos agricultores familiares, principalmente nas regi√Ķes mais pobres, acabam n√£o guardando toda a documenta√ß√£o. √Č a entidade que junta esses documentos e ajuda na elabora√ß√£o da declara√ß√£o", explica, em entrevista ao jornalista Glauco Faria, na¬†R√°dio Brasil Atual.

O coordenador da Contraf-Brasil tamb√©m explica que, na pr√°tica, a MP 871 penaliza as popula√ß√Ķes mais pobres e vulner√°veis, que possuem mais dificuldade em ter acesso √† informa√ß√£o. "Quando voc√™ faz um processo desses, sem estabelecer uma rela√ß√£o direta com o benefici√°rio, em in√ļmeros casos de benef√≠cios revistos o aposentado vai perceber s√≥ quando for receber", questiona.

Marcos ainda lembra que a medida √© inconstitucional. "Medida Provis√≥ria √© feita para situa√ß√Ķes emergenciais, isso n√£o era o caso", critica,

Com informa√ß√Ķes do SINTRAF de Jandu√≠s/RN e Rede Brasil Atual