Nota de solidariedade à Lucimar Martins, dIRIGENTE DA FETRAF/MG

A Confedera√ß√£o Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar do Brasil (Contraf-Brasil) vem, por meio deste, expressar apoio √† companheira Lucimar Martins, dirigente da Fetraf-Minas Gerais pelas agress√Ķes covardemente cometidas por seu ex-marido.

Em mat√©ria veiculada pelo¬†Rep√≥rter Record Investiga√ß√£o, onde Lucimar, denuncia as agress√Ķes¬† de viol√™ncia dom√©stica sofridas por 19 anos foi, ela exp√Ķe tamb√©m como marca em sua vida a agress√£o de pedofilia sofrida na inf√Ęncia.

Dados do Instituto Igarapé Evidências sobre Violências e Alternativas para mulheres e meninas (EVA), explicitam que de 2010 a 2017, 1,23 milhão mulheres sofreram algum tipo de violência, mais de 177 mil mulheres e meninas foram vítimas de violência sexual, 56,5% das vítimas de violência sexual têm menos de 14 anos em 2017.

Embora no Brasil as leis Maria da Penha (11.340/2006) e a Lei do Feminic√≠dio (13.104/2015) sejam conquistas importantes, os n√ļmeros da viol√™ncia contra mulheres s√£o crescentes e isso se explica tanto pela falta e √≥rg√£os respons√°veis pela pesquisa, coleta de dados, sistematiza√ß√£o e padroniza√ß√£o de informa√ß√Ķes de maneira geral, como pela subnotifica√ß√£o.¬†¬†

A Contraf-Brasil repudia todo tipo de violência, seja física, psicológica, moral, sexual e patrimonial e expressa solidariedade também à todas as vítimas de feminicídio.

Fonte: CONTRAF-Brasil

Em tempo: A FETRAF/RN também se solidariza com a Companheira Lucimar e deseja que a justiça seja feita.