SEMINÁRIO NACIONAL DE SENSIBILIZAÇÃO E ADESÃO AO CAR NAS BASES DA FETRAF-BRASIL

Aconteceu nos dias 8, 9 e 10 de Julho em Brasília, o Seminário Nacional de Sensibilização e Nivelamento para a construção de um plano de capacitação e adesão ao cadastro ambiental rural nas bases da FETRAF.

O Seminário foi idealizado pela FETRAF/BRASIL com objetivo de sensibilizar e alertar os estados sobre a importância do Cadastramento Ambiental Rural-CAR.

O Cadastro Ambiental Rural é um registro eletrônico que identifica as reservas legais e as áreas de preservação permanente das propriedades rurais do país.

O prazo final para os produtores aderirem ao CAR, deveria ter se encerrado no dia 05 de maio deste ano, mas as entidades de classe se movimentaram para prorrogar a data por mais um ano.

Através deste seminário, serão "filtrados" os estados que já trabalham para a realização do cadastramento e estimular aqueles que não começaram, com objetivo de criar avanços no que diz respeito a melhorias para os agricultores familiares do Brasil.

De acordo com a legislação existente, as propriedades rurais precisam ser cadastradas para que o agricultor tenha acesso aos seus direitos. Propriedades cadastradas estarão em total condições de realizar qualquer tipo de negociação, e ainda ter acesso a crédito, financiamentos e etc. Com o CAR os proprietários vão produzir e comercializar seus produtos com mais qualidade. Aqueles que não forem cadastrados terão dificuldades em transações que envolvem a regularização da documentação de suas propriedades.

"Na verdade, nossa maior expectativa é que os estados se envolvam no cadastramento e que isso seja recorrente em nossos sindicatos. Com a ajuda das nossas entidades parceiras, vamos fortalecer o CAR dentro dos estados e aonde for realizado, existirá melhorias e avanços para o agricultor". Relatou Lázaro Bento, coordenador de gestão e finanças da Fetraf/Brasil e um dos idealizadores do seminário.

"Outra expectativa é tirar desse seminário um encaminhamento conjunto para iniciar um debate organizado, politico e qualificado com o governo, no sentido de mostrar a necessidade de uma parceria sólida para fortalecer os nossos estados com infraestrutura, informações, formação, preparo técnico, para que exista qualidade no meio do nosso povo. E assim atender as demandas de acordo com as necessidades que existem". Completou Lázaro.

O seminário contou com a presença de parceiros importantes, entidades financeiras e representantes do Governo. Debates e dúvidas foram realizados com membros do Ministério do Meio Ambiente, Ministério do Desenvolvimento Agrário e INCRA. Além disso, foi mostrado o  interesse da FETRAF em avançar no Cadastramento Ambiental Rural e relatar suas maiores dificuldades. Para representar o campo, compareceram entidades ligadas a questão da terra e da agricultura familiar como o IPAM (O Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia) Terra de Direitos e a Fundação Ford (fundação que ajudou na realização do seminário). Essas entidades representaram a agricultura familiar, o campo e vieram para somar, unir forças para juntos realizarem ações de qualidade que demonstrem a importância da  luta e da força do povo no campo.

"Queremos sair desse seminário com alguns encaminhamentos, por exemplo, criar uma proposta de debate com o governo em aspectos nacionais, essenciais para o sucesso do cadastramento. Precisamos de apoio, infraestrutura, informação e formação. Espero que todos saiam daqui sem dúvidas e convencidos de que é necessário começar o cadastramento o quanto antes". Concluiu Lázaro Bento.

FONTE: FETRAF BRASIL