FETRAF/RN PARTICIPA DE Lançamento dE editais para compra de produtos da agricultura familiar

A FETRAF/RN representou todos os Movimentos Sociais na mesa de abertura do Lan√ßamento de Editais de Chamadas P√ļblicas para aquisi√ß√£o de alimentos produzidos pelos Agricultores Familiares do Rio Grande do Norte.

O evento ocorreu na quarta-feira (08) no Auditório da Governadoria em Natal/RN.

A Coordenadora de Organização da Produção e Comercialização da FETRAF/RN, Cícera Franco esteve presente ao evento representando a Federação.

Os alimentos fornecidos pelos agricultores ser√£o para atender as escolas da rede p√ļblica estadual.

Os interessados em participar da chamada p√ļblica devem entrar no site da Educa√ß√£o (http://www.educacao.rn.gov.br/). Os links estar√£o dispon√≠veis na p√°gina inicial. A aquisi√ß√£o de alimentos de produtos advindos da agricultura familiar para a merenda escolar, que em breve ser√° estendido √†s compras diretas e indiretas para refei√ß√Ķes de hospitais, asilos e unidades prisionais, atrav√©s do Pecafes (Programa Estadual de Compras Governamentais da Agricultura Familiar e Economia Solid√°ria), √© o cumprimento de uma das propostas realizadas em campanha pela professora F√°tima Bezerra para fortalecer a agricultura familiar. "Esse √© um momento de afirmar e reafirmar nosso programa de governo, que √© traduzido em pol√≠ticas p√ļblicas voltadas para garantir qualidade de vida √† popula√ß√£o. A cria√ß√£o da Sedraf [Secretaria do Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar] √© a realiza√ß√£o dos sonhos e lutas dos agricultores, para que pudessem ter na estrutura administrativa do Estado um √≥rg√£o para os apoiar", afirmou.¬†¬†

Ela falou tamb√©m de outras a√ß√Ķes que est√£o em andamento para fomentar essa categoria t√£o importante √† economia potiguar - representa mais de 250 mil fam√≠lias no Rio Grande do Norte. "Iniciamos a negocia√ß√£o com a Ag√™ncia Francesa de Desenvolvimento para desenvolvermos parcerias para produ√ß√£o de alimentos saud√°veis, tamb√©m seremos pioneiros na aquisi√ß√£o e distribui√ß√£o de sementes crioulas, as chamadas sementes da tradi√ß√£o, atendendo a um anseio antigo dos agricultores. Em breve estaremos distribuindo sementes de sorgo, caju, milho e feij√£o para todos voc√™s", referiu-se √† plateia em sua maioria composta por representantes de cooperativas.

A agricultora C√≠cera Franco, representante da Federa√ß√£o dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar do Rio Grande do Norte, que congrega cerca de 50 mil fam√≠lias de agricultores familiares, e tamb√©m presidente de uma cooperativa na regi√£o do Potengi, destacou a import√Ęncia dos editais e da chamada p√ļblica, que evidencia a transpar√™ncia deste governo no que diz respeito √†s a√ß√Ķes p√ļblicas. "Para n√≥s agricultores, √© uma honra sermos convidados ao lan√ßamento das chamadas p√ļblicas para as compras escolares. Antes t√≠nhamos dificuldade de acesso √† informa√ß√£o. Mas, pela primeira vez estamos aqui", disse.

Para ela, a política de compras que está sendo aplicada nesse governo será um divisor de águas para a agricultura familiar e está sendo um incentivo a mais para que os trabalhadores se organizem a estarem aptos a comercializar seus produtos. "Podemos dizer aos jovens que estão produzindo que continuem, pois têm a quem vender. E também podemos afirmar às mulheres que não estamos apenas ajudando na lida diária, mas nós também estamos na linha de frente da produção", enfatizou.

MERENDA ESCOLAR

A a√ß√£o de compras para atender ao card√°pio da merenda escolar √© realizada por meio da Coordenadoria de Desenvolvimento Escolar (Codese) e da Subcoordenadoria de Assist√™ncia ao Educando (Suase). Para o secret√°rio de Estado da Educa√ß√£o e Cultura, Get√ļlio Marques, a aquisi√ß√£o de alimentos saud√°veis √© uma forma de melhorar ainda mais o aprendizado das crian√ßas e adolescentes. "Atrav√©s desse compromisso com a agricultura familiar, temos condi√ß√Ķes de transformar a Educa√ß√£o com a inclus√£o de alimentos saud√°veis na merenda, juntamente com o est√≠mulo √† arte e √† poesia", disse, referindo-se ao trio Forr√≥ Mirim, que surgiu na Escola Estadual Floriano Cavalcanti e se apresentou no evento, bem como o professor e poeta Sandenberg Oliveira de Almeida, que recitou poemas para a plateia.¬† A subcoordenadora de assist√™ncia ao educando, Socorro Queiroz, tamb√©m estava presente e afirmou que a ampla divulga√ß√£o por meio da chamada p√ļblica dos editais foi uma determina√ß√£o da governadora.

O titular da Sedraf, Alexandre Lima, falou que os editais lan√ßados no valor de R$ 7 milh√Ķes, exclusivos para a agricultura familiar, s√£o apenas o in√≠cio de uma nova fase. "O PNAE √© um programa federal, mas reflete a pol√≠tica do presidente Lula. Infelizmente, √© um dos programas que tendem a se acabar, mas aqui estamos protegidos porque a governadora criou o marco legal que √© o Pecafes, que blinda o Estado de ampliar as compras para todo o RN", destacou. Ele explicou que para a elabora√ß√£o dos editais para as compras de 2020 houve integra√ß√£o entre as secretarias por meio de encontros territoriais para que fossem definidos os itens que ser√£o adquiridos pelo Governo. "Pela primeira vez nas compras do PNAE incluiremos um produto iminentemente regional, que √© o arroz vermelho", disse.

Estavam presentes à solenidade o vice-governador Antenor Roberto; o secretário adjunto da Sedraf, Lucenilson Ferreira; o diretor presidente da Emater, César Oliveira; a coordenadora do programa RN + Saudável, Teresa Freire; o diretor técnico do Sebrae-RN, João Hélio Cavalcanti; o presidente das cooperativas do MST, Messias André; e o representante da Fetarn, José Aldo Vale.

Com Informa√ß√Ķes da SEDRAF e ASSECOM/Governo do RN

Fotos: SEDRAF e D√°rio Andrade